Aquele momento em que…

…De repente te dá uma tristeza profunda ao ver que algo não deu tão certo como você planejou. E aí você percebe o quanto a vida pode ser doce, e o quanto ela pode ser amarga em alguns momentos. Você percebe que muitas pessoas passarão pela sua vida, mas que nem todas serão puras e verdadeiras como você imagina. Você percebe que as mentiras saem mais facilmente da boca dos outros, do que você acredita.
Você percebe que embora tenha muitos sonhos, o caminho mostra-se beeeeem mais longo até lá, do que queria que fosse. Você entende que embora a vida te derrube oito ou 1.000 vezes, você precisará de coragem para levantar em cada uma das quedas. E aprende que essa coragem é essencial para recomeçar.
Aprende a agradecer por tudo o que já conquistou na vida, e a pedir não só por si mesmo, mas pelos outros seres que também precisam de auxílio. De repente, percebe que chorar faz parte, e até alivia o coração.
Aprende que um sorriso basta, e que um olhar pode mudar tudo. Aprende a rir dos seus erros, mesmo depois de se descabelar com eles. Aprende que o medo aparece as vezes, mas que, se acreditar, você é capaz de derrotá-lo. Aos poucos, você percebe que muitos amigos se vão… mas que os que são verdadeiros, darão sempre um jeito de voltar pra perto de ti, nem que seja uma vez ou outra. E pode crer, será nessas “vezes ou outras” que você mais estará precisando deles.
Com o tempo a gente percebe também que nem sempre temos escolha, mas podemos escolher como lidar com o que nos foi imposto.
Percebe a falta de um abraço. Algumas vezes até poderá engasgar com umas palavras que não conseguiu dizer. Entende que momentos de muita emoção podem te levar a uma espontaneidade absurda, e que isso pode ser positivo, ou não. Pode ser racional, ou não.
Um dia você percebe que embora seus problemas não pareçam solucionáveis, muitos outros estarão passando por coisas ainda piores. Você aprende a calar. Você aprende a tentar mais uma vez.
Você aprende que um ser humano pode fazer muito mal ao outro, e que é preciso cuidado para evitar tristezas. Percebe então que a maldade nunca trará nada de bom, e que quem a causa, certamente sofrerá com isso de alguma forma. Aprende a escolher as pessoas que deseja ter ao lado, e corre com elas pra onde for. Aprende a discernir melhor o que fazer naquela hora, e o que neem pensar em fazer.
Entende, que a vida pode ser sempre mais do que esperamos dela. Aprende mais sobre si mesmo. Se conhece. Aprende a olhar no espelho e reconhecer seu lado interior como sendo sua parte mais pura, mais verdadeira, mais especial.
Aprende também a ter fé, porque embora alguns digam não acreditar, em um momento ou outro irá precisar dela. E assim, aprenderá a não desistir da vida, nem das coisas, nem das pessoas.
Como essas e outras, os seres são feitos de momentos, uns bons, outros nem tanto. Mas todos com aprendizados incríveis. É assim que o homem vai aprendendo a ser mais, a evoluir.
É assim que a evolução nos força a aprender, e é assim que o homem se aproxima, ou pelo menos tenta, da condição mais pura do seu ser. E se aproxima também do amor incondicional.

Momentos em que… a vida nos transforma! 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s