O último segundo.

A cada segundo algo termina e começa. Instantes, todos eles cheios de construções e mudanças.

Se fosse seu último segundo agora, o que faria? Teria tempo para pensar a respeito? Mesmo que tivesse, talvez nem pensasse. Se o mundo fosse acabar, quem você procuraria para estar ao seu lado?

Quando um susto te traz a sensação de que, em incontroláveis segundos, tudo poderia acabar, ou mudar sua vida para sempre, você abre os olhos e até sua respiração mudou.

Se soubéssemos que aquele seria o último beijo, e a última noite, talvez não fosse embora da mesma forma, nem dissesse um tchau tão despreocupado. Se tivéssemos a certeza de nunca mais amar de novo, não desperdiçaríamos nem um suspiro sem senti-lo profundamente. Talvez fizesse e fosse mais amor, do que aguentaria ser.

Se pudéssemos sentir todas as conexões que a sintonia dos corpos permite, iríamos querer congelar todos os momentos mais felizes. E deixaríamos a alma transcender em emoções a cada toque, a cada conexão.

Nesse segundo que passou, algo acaba de ter fim, mesmo que seja um piscar de olhos, ele já começou, e já terminou. Isso e muito mais já aconteceu. Você nem percebeu.

Se percebêssemos a presença da incerteza da presença do outro no segundo seguinte ao que nos encontramos, talvez não guardássemos uma só palavra.

Se conseguirmos perceber um dia a brevidade da vida, pode ser que deixemos de lado todos os valores que ordenam e ditam o comportamento humano.

Liberdade. Que a cada instante, dos términos, possamos criar novos começos e ligá-los tão intensamente que formemos uma corrente de conexões historicamente planejadas, ou desconexamente, conectadas.

Que nenhum abraço se perca. Nenhum beijo deixe de ser dado. Que nenhuma palavra seja guardada.

Que quando tudo parecer perdido, a gente se encontre. Que quando as escolhas parecerem erradas, nos surjam novas oportunidades.

Que quando se arrepender, fale. Que quando perdoar, confesse. Que quando lembrar, procure. Que quando sentir que é preciso, se entregue. Se entregue…

 

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “O último segundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s