E aí, vai ficar parado?

Você sabia que hoje em dia morrem mais pessoas pelo sedentarismo do que pelo uso do cigarro?

Pois é, o mundo está cada vez mais tecnológico e com isso as pessoas estão cada vez mais ociosas.Tudo o que podemos fazer por intermédio de algum meio, seja ele tecnológico ou não, para que não tenhamos que nos deslocar tem sido prioridade, e com isso o corpo para de trabalhar da forma como deveria!

Todo esse comodismo pode nos parecer a priori, satisfatório e nada maligno, mas será que não é mesmo? Provavelmente não paramos para pensar quanto custa e o que nos causa toda essa inatividade física. E não pense que estou falando apenas de ir malhar na academia não, mas sim de exercícios diários que ficam “escondidos” em simples atividades rotineiras, mas que exigem mais do corpo do que pensamos. As atividades físicas diárias, tanto as que estão em nossos movimentos rotineiros, quanto as que fazemos quando estamos praticando algum esporte ou até brincando com os filhos em casa podem fazer uma diferença significativa na disposição e na forma como nos desenvolvemos, o que reflete consequentemente na saúde que teremos ao passar dos anos.

Lembram do vídeo de um dos posts passados, que refere-se a forma como queremos e iremos passar os últimos 10 anos de nossas vidas? (https://gabibranco.wordpress.com/2013/02/11/ate-quando-voce-quer-viver/)
Então, reforço mais uma vez que a forma como iremos passar nossos últimos anos, e a distância que eles estão do ano presente, dependem unica e exclusivamente de nós.

Preocupando-se com isso, foi criada a campanha Designed to move, que busca incentivar o interesse pelas atividades físicas e pelo esporte, despertando o mundo para sua importância e também para a diferença que podem fazer em nossas vidas, principalmente para as crianças de até de 10 anos, que são hoje, a parte mais afetada. Calcula-se que essas crianças, irão viver cerca de 5 anos a menos que seus pais.

O Brasil já apresentou uma queda em seus níveis de atividade física, e parece que tende a continuar assim. De 2002 a 2007 o nível atingido foi de -6%, e até o ano de 2030 deve chegar a -34%.

Para os  norte-americanos, a expectativa é de que, até o final desta década, a maioria deles vá gastar um pouco mais de energia, por semana, do que se dormisse 24 horas por dia.

O site da campanha (http://designedtomove.org/) traz dados assustadores e é preciso fazer algo o mais rápido possível para que possamos reverter estes dados negativos. As crianças de hoje irão viver 5 anos a menos, isso é pouco?  Não, isso é bastante tempo, principalmente quando estamos falando em anos de vida.

Sabe a pergunta com que iniciei este post? Pois é, infelizmente é verdade, e segundo os dados do próprio site, este ano, 5,3 milhões de mortes serão atribuídas à inatividade física. O tabagismo é responsável por 5 milhões de mortes por ano.

Por isso viva bem, para ir além. Corra, pula, dance, se exercite, faça cada parte do seu corpo estar em movimento. Sedentarismo faz mal, e já está tirando 5 anos de vida das nossas crianças. Vamos nos mexer e recuperar esse anos perdidos. 

O vídeo da campanha pergunta a varias crianças o que elas fariam com 5 anos a mais de vida. Confira!

Go, move.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s