Falo do aconchego e do abraço.

Pessoal, primeiro peço desculpas que na correria do final de ano (afinal vida de jornalista não é nada fácil haha)  acabou não sobrando tempo pra escrever aqui, mas em breve tudo volta ao normal, e poderão acompanhar diversos posts! 🙂

Pra voltar um texto poético e sentimental!

 

O tempo passa, não para, corre corre sem demora,

a vida anda, a gente sonha, e é agora.

Tudo acontece o tempo todo,

tudo muda, fica velho, fica novo,

mas algo ainda é o mesmo,

o aconchego de um abraço carinhoso,

o beijo doce, o sorriso sincero,

o sossego da cama macia,

a mão no cabelo,

e tudo aquilo que libera o riso.

Falo do que traz paz ao coração,

da calmaria que acalenta a alma,

de quando a vida é só emoção.

Falo da respiração segura,

na minha mão na sua,

da nossa paixão.

E tudo o que eu queria,

eu tenho agora, nessa canção,

vou me indo, vou cantando,

e de você não abro mão.

Anúncios

Um pensamento sobre “Falo do aconchego e do abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s